Ao contrário do efeito da técnica a que nos habituamos a chamar de “californianas”, a técnica “morena iluminada” transforma os cabelos escuros, em cabelos com contrastes brilhantes e reflexos naturais que realçam ainda mais a textura dos fios.

Esta é a técnica perfeita para contornar o rosto e iluminar os fios, de forma estrategicamente natural, e não tão agressiva como a balayage convencional. Não só se caracteriza pelo efeito de cabelo “beijado pelo sol”, como ser “morena ilumina” é de baixa manutenção.

A verdade é que os cabelos castanhos nunca passam de moda, especialmente nas estações mais frias.

Os tons podem variar entre o caramelo e o loiro dourado, e é uma das técnicas mais indicadas para quem quer manter a cor de cabelo natural. a aplicação do produto é feita em reflexos e nuances para contornar o rosto, e dar destaque a algumas madeixas ao longo do cabelo.

MANUTENÇÃO
  • Uma das maiores razões para se ter tornado tão famosa, é que a técnica “morena iluminada” torna-se de baixa manutenção quando comparada a outras técnicas de coloração e descoloração.
    Ou seja, não se refaz tantas vezes pois não há preocupação com as raízes, visto que o produto é aplicado de forma natural e isso dá oportunidade ao cabelo de crescer de forma ombré e sem manchas fixas.

TIPOS DE CABELO
Todas as morenas com vários tipos de cabelo podem fazer esta técnica nos seus cabelos. Incluindo cacheadas, onduladas e lisas. Além disso, combina também com todos os tons de pele.

TRATAMENTO
Apesar de ser uma técnica bastante natural, não deixa de ser química aplicada no cabelo. Mesmo assim, o cabelo necessidade de cuidados extra. Como por exemplo o uso de produtos de hidratação, nutrição e durabilidade da cor. Por fim, o uso destes produtos pode ser semanal, e convém que seja através de uma gama específica de produtos.

Creator

Raquel Farinha

Temas Relacionados